Dívidas de Cartão de Crédito Pode Ser Cobrada na Justiça?

Dívidas de Cartão de Crédito Pode Ser Cobrada na Justiça? De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Brasil teve alta em endividamento das famílias em 2019. Em Setembro foi registrado que um índice de endividamento de 65,15% das famílias brasileiras. E na maioria dos casos o motivo foi o Cartão de Crédito.

Quando não utilizado da forma correta, o Cartão de Crédito pode se tornar em uma grande dor de cabeça. Sendo que dívidas altas podem inclusive, resultar na apreensão de bens e cobranças na justiça… Mas isso é realmente possível e correto? Veja neste artigo qual o comportamento da Justiça brasileira, diante das dívidas do cartão de crédito.

COBRANÇA JUDICIAL

Está pensando em solicitar o cartão Nubank? Confira algumas dicas neste Artigo

A empresa credora pode enviar telegramas, fazer ligações de cobrança. Quando tudo isso não é o suficiente para receber o valor do produto vendido, a Cobrança Judicial é o último recurso. Ela também é o mais eficiente. Seja para obter o bem de volta ou valores em outros bens para quitação da dívida.

É importante frisar que a Cobrança Judicial deve ser um recurso plausível, quando todas as formas de tentar uma negociação de dívida falharam. Em geral, os bancos e empresas buscam de todas as formas negociar os valores devidos para evitar ao máximo os transtornos de uma conduta judicial. Entretanto em alguns casos, é a única forma de obter algum retorno.

É CORRETO DÍVIDAS DE CARTÃO DE CRÉDITO SER COBRADAS JUDICIALMENTE?

Sim, porém geralmente essa cobrança só é feita em caso de valores muito altos. No caso de dívidas no Cartão de Crédito, a justiça estabelece que bancos não podem penhorar bens em hipótese alguma. Todavia podem cobrar judicialmente uma posição de renegociação de dívidas, para a quitação dos valores em aberto.

Por isso é importante que em caso de dívidas e por menor que seja, os valores sejam pagos ou renegociados de forma que você consiga organizar seu orçamento. E dessa maneira, consequentemente não passar por uma cobrança judicial.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DMCA.com Protection Status